peruibe imoveis

Conheça Peruíbe

Terra da Eterna Juventude

Com emancipação referendada em 1959, inicia-se a história oficial da Estância Balneária de Peruíbe. De lá para cá muitas mudanças, crescimento, progresso...
Vale destacar que no plebiscito realizado em 24 de dezembro de 1958 - isso mesmo, na véspera de Natal - a votação pela autonomia e desmembramento foi vitoriosa por unanimidade dos votantes.
Curiosamente, no mesmo ano, outras duas tentativas de emancipação naufragaram nas urnas. Bertioga não conseguiu separar-se de Santos e Vicente de Carvalho permaneceu como distrito de Guarujá.
Peruíbe fica a 137 quilômetros de São Paulo e recebe seus turistas, principalmente, pelas rodovias Pedro Taques e Padre Manoel da Nóbrega. No total, a Prefeitura administra 339 quilômetros quadrados de áreas, sendo 97 deles em área urbana. Enquanto a famosa Santos gaba-se de seus quase sete quilômetros de orla, Peruíbe possui inacreditáveis 32 quilômetros de belas praias.

As Ruínas do Abarebebê são como um marco da história antiga da cidade. A capela construída, segundo estudos, no ano de 1530, fazia parte da Capitania de São Vicente e foi o marco para o início da colonização no local. Junto à capela, foi construído o segundo colégio de catequese do Brasil. Por isso, em 1991, teve início uma escavação arqueológica com o apoio de vários órgãos públicos, municipais e estaduais. Ossadas de antigos habitantes foram encontradas local e permanecem lá até hoje, preservadas e visitadas por turistas, muito mais aos finais de semana.

Atualmente, Peruibe encontra-se em desenvolvimento bastante organizado, pois seu Plano Diretor e Código de Obras, são dos mais bem elaborados da região, o que tem lhe garantido excelente resultado no processo de urbanização. É dessa forma que o município está integrado ao Estado, inclusive como uma das cidades que mais se desenvolvem no País.

Geografia

de Peruíbe

Peruíbe é um município do estado de São Paulo, na Região Metropolitana da Baixada Santista, microrregião de Itanhaém. A população estimada em 2010 é de 59.793 habitantes e a área é de 326 km², o que resulta numa densidade demográfica de 160,28 habitantes por km². Localizada no litoral sul do Estado de São Paulo, seus limites são Itanhaém a norte e nordeste, o Oceano Atlântico a sudeste, Iguape a sudoeste, Itariri a oeste e Pedro de Toledo a noroeste.
Peruíbe fica a 140 km da Capital Paulista, sendo acessada pelo Sistema Anchieta-Imigrantes e rodovias Pedro Taques e Padre Manoel da Nóbrega, distante 80km de Santos. Outra alternativa é pela Rodovia Régis Bittencourt (BR-116) e Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-55), trajeto com 172 km partindo de São Paulo.

A altitude média é de 5,88 metros. O território tem predominância de planície costeira, com o Morro do Guaraú, a Serra de Juréia-Itatins e a Serra do Mar. Possui 32 km de praias, desde aquelas altamente urbanizadas até praticamente desertas e bem preservadas, além de diversas ilhas.

A orla urbana é formada por balneários horizontais de alto padrão, como Arpoador, Oásis, Pq. Turístico, Flórida e Stella Maris. Algumas construções se destacam pela arquitetura arrojada e recortada, de muita beleza.
O Centro e a Estação são zonas comerciais. Já os bairros como V. Erminda, Caraguava, Jd. Veneza, Jd. Brasil, Vila Romar e Prados, mais afastados da praia, são os mais habitados.
Presença marcante de condomínios e loteamentos, como os Bougainvillé, Três Marias e São Marcos.

O Código de Obras e o Plano Diretor são rígidos, proibindo a verticalização da orla e disciplinando o uso do solo.

Natureza

Fauna e Flora

A Estação Ecológica Juréia Itatins foi instituída em 1986 após um longo processo de mobilização da opinião pública em favor de sua preservação. Por três décadas, foi objeto de instrumentos legais que atendiam aos mais variados interesses, mas nem sempre aos de proteção ambiental.
Em muitas áreas próximas, no litoral Sul de São Paulo, boa parte dessa vegetação original foi destruída, pois não estavam em locais protegidos. A região da Serra da Juréia é um dos pontos, senão o ponto mais preservado do litoral paulista. Devido ao alto grau de preservação em que se encontra, esta região possui 2/3 dos últimos 5% de cobertura vegetal primitiva que ainda resta no Estado de São Paulo, concentrando quase 40% de vegetação primitiva da área de todas as unidades de conservação do Estado.

A Mata Atlântica de Peruíbe abriga em seus domínios uma diversidade natural muito importante. Seus campos e matas de altitude, mangues e restingas abrigam uma variedade de animais que a transforma num dos ecossistemas de maior biodiversidade do planeta, e também num dos mais frágeis.
Este patrimônio deve ser preservado a todo custo, principalmente com uma maior conscientização dos seus inúmeros visitantes, afinal cada detalhe da mata está intimamente ligado à vida desse conjunto natural. Muitas de suas espécies são endêmicas. Dos mamíferos que vivem na floresta, 39% somente são encontrados nessa região. O mesmo se dá com a maioria das borboletas, répteis, anfíbios, primatas e aves. Graças ao desmatamento acelerado que a Mata Atlântica sofre desde o século XVI, muitas espécies estão ameaçadas de extinção. Outras já foram dizimadas com a perda de seu habitat, antes mesmo de chegarem a ser conhecidas pela civilização.

Hoje estão catalogadas cerca de 400 espécies de aves, 183 de anfíbios, 146 de répteis, e 131 de mamíferos. Apesar dessa rica variedade, é bastante difícil conseguir encontrar, observar, ou fotografar qualquer espécie durante um passeio pela mata. Mas nem por isso, esse emaranhado de árvores, trepadeiras, orquídeas, samambaias e banhados deixa de ser um paraíso para os atentos observadores de aves e peixes raros como o bagre cego, Pimelodella kronei, exclusivo da águas do escuro ambiente das cavernas. Em suas regiões mais altas, que ultrapassam os 1.000 metros, encontram-se os campos de altitude, regiões campestres de vegetação rasteira, onde vivem aves como o quete, Poospiza lateralis, e o tibirro do campo. Entre os 900 e 1.500 metros, onde a neblina característica mantém elevado o nível de umidade, estão as Matas de Altitude, ou Floresta Nebulosa, o habitat de migração para aves como o beija-flor-preto-e-branco, Melanothrochilus fuscus, e a saíra-lenço, Tangara cyanocephala, e dos residentes sanhaço-frade, Stephanophorus diadematus, e o estalinho, Phylloscartes dificilis. E, ainda, o sagüi-da-serra-escuro, Callithrix aurita, e a perereca, Brachycephalus nodortega.

Pontos de Interesse

No mapa de Peruíbe

01 - Peruíbe Imóveis
02 - Praça Redonda
03 - Portinho
04 - Praça da Matriz
05 - Prefeitura Municipal
06 - Correios
07 - Cachoeira do Perequê
08 - Cachoeira do Paraíso
09 - Cachoeira das Antas
10 - Cachoeira Rio do Ouro
11 - Prainha
12 - Guaraú
13 - Barra do Una
14 - Ruínas do Abarebebe
15 - Mirante da Torre
16 - Aquário de Peruíbe

Busca de Imóveis:

Assine nossa Newsletter

Sistema para Imobiliária Online by EstilloWeb

Imóveis Visitados

ver todos

Obrigado por sua visita!

A Peruíbe Imóveis não mede esforços para trazer sempre o melhor aos seus clientes.

Caso não tenha encontrado o imóvel que deseja em nosso site, clique aqui, preencha o formulário para nos informar exatamente o tipo de imóvel que está procurando. Nossa equipe de corretores vai facilitar sua busca e encontrar para você.